Portes de envio grátis a partir de 30€ e com peso até 500g, válido para Portugal e Espanha. Apoios
Flor-de-todas-as-horas

Flor-de-todas-as-horas

1,49 €
Com IVA

Floração anual muito abundante. As flores têm uma bonita cor branca-amarelada com um centro de cor violeta. Abrem apenas por poucas horas mas compensam em quantidade. As plantas podem atingir os 50 cm de altura. Criam uma bela cobertura vegetal no jardim e semeiam-se facilmente.

O

ÉPOCA DE SEMENTEIRA

o


o

PLANTA MELÍFERA

0


     

Quantidade por saqueta
  • 1 g
  • 10 g
  • 50 g

Combinações Preço Quantidade
Flor-de-todas-as-horas

Quantidade por saqueta : 1 g

1,49 €

Flor-de-todas-as-horas

Quantidade por saqueta : 10 g

8,98 €

Flor-de-todas-as-horas

Quantidade por saqueta : 50 g

34,99 €

 

Itenerário tecnico da cultura da Flor-de-todas-as-Horas (Hibiscus trionum)

Como cultivar flor-de-todas-as-horas biológico?

Solo

Prefere solos férteis, ricos em matéria orgânica e bem drenados. O pH ideal situa-se entre 6.5 e 6.8.

Clima

Prefere locais com boa exposição solar e não apresenta grande tolerância a geadas.

Fertilização

A incorporação de composto em fundo é benéfica para a cultura.

Sementeira

Feita no local definitivo ou em tabuleiro com posterior transplante. No primeiro caso deve ser feita após o risco de geada acabar enquanto a sementeira em tabuleiro deve ser realizada 4 a 6 semanas antes da última geada.

Rega

O solo deve ser mantido sempre húmido, sem encharcamento no entanto, devendo evitar-se água sobre as plantas pois pode levar ao desenvolvimento de doenças. O sistema gota-a-gota é uma opção interessante.

Controlo de infestantes

O mulching com materiais orgânicos é uma boa opção para a cultura.

Controlo de pragas

Os ácaros, afídeos e mosca branca podem infestar a cultura. Para o controlo dos ácaros pode realizar-se luta biológica com ácaros predadores e, se necessário, aplicação de azadiractina ou enxofre em pó (se T<28°C). Os afídeos podem ser controlados através da limitação natural com sebes em bordadura que tenham auxiliares doutras espécies para favorecer os auxiliares, luta biológica com himenópteros parasitóides e predadores e, se necessário, pela aplicação de sabão de potássio ou azadiractina. A mosca branca pode ser controlada através do uso de manta térmica no viveiro, colocando placas amarelas com cola para deteção, luta biológica com himenópteros parasitóides, ácaros predadores e insectos mirídeos predadores e usando, se necessário, azadiractina.

Controlo de doenças

O míldio, oídio e podridão cinzenta poderão infectar a cultura. Para o controlo do míldio devem realizar-se rotações culturais adequadas, usar compassos largos, evitar água sobre as plantas e, se necessário, fungicidas cúpricos. O oídio pode ser controlado pelo uso de compassos largos e, se necessário, pela aplicação de enxofre em pó polvilhável ou enxofre em pó + lithothamne (1:1) em polvilhação (menos fitotóxico que enxofre estreme). A podridão cinzenta deve ser controlada eliminando restos de plantas doentes, evitando excessos de vigor e água sobre as plantas e aplicando regularmente argila bentonítica.

Cor
Branca
Dicas de Cultivo
Apta para Vasos
Nome científico
Hibiscus trionum
FL022-BAP001

Poderá também gostar

Clientes que compraram este produto também compraram:

Produto adicionado aos seus favoritos

Para melhorar a sua experiência de utilização, este site usa cookies. Ao navegar está a aceitar a presente política. Para saber mais, consulte a nossa política de cookies.