Portes de envio grátis a partir de 30€ e com peso até 500g, válido para Portugal e Espanha. Apoios
Orégãos sementes biológicas

Orégãos

1,49 €
Com IVA

Os orégãos dispensam apresentações na cozinha, estando quase sempre presentes, quer seja em saladas ou cozinhados. A planta é muito produtiva com um crescimento até aos 30 cm de altura. As suas flores auxiliam ao atrair insetos benéficos e pode ser usada em várias consociações. Ideal também para plantar num vaso ou numa varanda solarenga.

Peso Líquido 0.3g

Itenerário tecnico da cultura da Orégão (Origanum vulgare)

Como cultivar orégãos biológico?

Solo

Prefere solos ricos em matéria orgânica, solos e bem drenados. O pH deve situar-se entre 6.0 e 7.0.

Clima

Prefere climas amenos ou moderadamente quentes, com temperaturas ideais de crescimento entre os 21 e 25°C, bem como o local deve possuir boa exposição solar.

Fertilização

Devido a ser uma cultura perene, deve calcular-se a fertilização de fundo tendo também em vista o médio /longo prazo, incorporando assim previamente à instalação da cultura algum composto e, se justificar, algum fertilizante mineral natural rico em fósforo e/ou potássio.

Sementeira

Feita em tabuleiro com posterior transplante quando a plântula tem 4 pares de folhas definitivas o que pode ocorrer normalmente em duas semanas. A cultura pode ser realizada em linhas devendo manter-se 20 cm entre plantas e entre 40 a 80 cm entre linhas.

Rega

O solo deve encontrar-se sempre ligeiramente húmido, pois quer a falta quer o excesso de água prejudicam a cultura, sendo que após a germinação, o transplante e após a primeira a colheita são as fases mais críticas para a cultura. O sistema de rega gota-a-gota é indicado para a cultura.

Controlo de infestantes

O mulching com materiais orgânicos ou plástico é a melhor opção para a cultura, pois deve evitar-se as mondas mecânicas devido à possibilidade de provocar danos no sistema radicular.

Controlo de pragas

Os ácaros e afídeos são pragas da cultura. Para o controlo dos ácaros pode ser realizada luta biológica com ácaros predadores e, se necessário, aplicação de azadiractina ou enxofre em pó (se T <28°C). Para o controlo dos afídeos deve realizar-se fertilizações moderadas sem excesso de azoto, limitação natural com sebes em bordadura para favorecer os auxiliares, luta biológica com himenópteros parasitóides e predadores e, se necessário, pela aplicação de sabão de potássio ou azadiractina.

Controlo de doenças

O oídio e a podridão cinzenta são doenças da cultura. Para o controlo do oídio devem usar-se compassos largos, fertilização moderada sem excesso de azoto e, se necessário, a aplicação de enxofre em pó polvilhável ou enxofre em pó + lithothamne (1:1) em polvilhação (menos fitotóxico que enxofre estreme). A podridão cinzenta pode ser controlada através da eliminação de restos de plantas doentes, evitando excesso de vigor, evitar água sobre as plantas (cuidados com a rega) e com a aplicação regular de argila bentonítica.

Pós-colheita

As folhas devem ser secas a uma temperatura de cerca de 30°C e num local com sombra.

Dicas de Cultivo
Resistente a Seca
Resistente ao Calor
Resistente ao Frio
ER018-BAP001
2018-05-11

Clientes que compraram este produto também compraram:

Produto adicionado aos seus favoritos

Para melhorar a sua experiência de utilização, este site usa cookies. Ao navegar está a aceitar a presente política. Para saber mais, consulte a nossa política de cookies.