Portes de envio grátis a partir de 30€ e com peso até 500g, válido para Portugal e Espanha. Apoios
Endro sementes biológicas
Endro sementes biológicas
Endro sementes biológicas
Endro sementes biológicas

Endro

1,49 €
Com IVA

Erva aromática próxima do funcho, é bastante usada na cozinha do leste Europeu. Com regas abundantes pode chegar aos 100 a 120 cm de altura. Prefere solos ácidos e locais com sombra. As flores são amarelas, mas são os ramos tenros e verdes os mais usados na cozinha. Explore outros sabores!

Peso Líquido 4g

ÉPOCA DE SEMENTEIRA

-------------------------------------------------------------------------------------------

PLANTA MELÍFERA/ FLORES COMESTÍVEIS/ ATRATIVO A INSETOS AUXILIARES

      

Itinerário técnico da cultura do Endro (Anethum graveolens)

Como cultivar endro biológico?

Sementeira

Feita no local definitivo, podendo ser feita em linhas mantendo 10 a 15 cm entre plantas e 15 a 60 cm entre linhas. Deve aconchegar-se bem a semente ao solo.

Solo

A cultura prefere solos ligeiros, bem drenados e férteis, devendo o pH situar-se entre 5.5 e 6.7.

Clima

Prefere climas temperados, tendo um mau desenvolvimento em climas frios, secos e demasiado chuvosos. A temperatura ideal de desenvolvimento encontra-se entre os 6 e 26°C necessitando de estar instalada num local protegido de ventos fortes.

Fertilização

Necessita de matéria orgânica, pelo que a adição de composto previamente à cultura é essencial se o solo não for rico.

Rega

O solo deve encontrar-se sempre húmido, porém sem encharcamentos, com a primeira rega a ser realizada após a sementeira. O sistema gota-a-gota é uma opção interessante.

Controlo de infestantes

É uma cultura muito sensível à competição com infestantes, devendo ter-se bastante cuidado neste aspecto. O mulching com materiais orgânicos é uma opção interessante para a cultura.

Controlo de pragas

Os afídeos e lagartas roscas são pragas da cultura. Para o controlo dos afídeos devem ser realizadas fertilizações moderadas sem excesso de azoto, limitação natural com sebes em bordadura para favorecer os auxiliares, luta biológica com himenópteros parasitóides e predadores e, se necessário, a aplicação de sabão de potássio ou azadiractina. As lagartas roscas são controladas usando iscos com farelo +melaço + Bacillus thuringiensis sobre o terreno junto à cultura, Bacillus thuringiensis em pulverização, luta biológica com nemátodes Steinernema carpocapsae e, se necessário, pela aplicação de azadiractina.

Controlo de doenças

A fusariose e o oídio são doenças da cultura. Para o controlo da fusariose podem ser realizadas rotações culturais adequadas, biofumigação e solarização do solo. O oídio pode ser controlado através de compassos largos, fertilizações moderadas sem excesso de azoto e, se necessário, pelo uso de enxofre em pó polvilhável ou enxofre em pó + lithothamne (1:1) em polvilhação (menos fitotóxico que enxofre estreme).

ER003-BAP001

Clientes que compraram este produto também compraram:

Produto adicionado aos seus favoritos

Para melhorar a sua experiência de utilização, este site usa cookies. Ao navegar está a aceitar a presente política. Para saber mais, consulte a nossa política de cookies.