Portes grátis para compras iguais ou superiores a 30€, até 500g, válido para Portugal Continental. Apoios
Para maiores quantidades agradecemos que nos contactem
Agricultura Biológica vantagens e desvantagens

Vantagens  

A mudança para um modelo de produção de alimentos biológicos traz múltiplos benefícios para toda a sociedade.

Algumas das mais importantes e de ressalvar são:

  • Respeitar ao máximo a natureza e os processos que ela nos dá, evitando a contaminação da água, do ar e do solo; reduzindo a quantidade de insumos não renováveis e melhorando o uso dos renováveis; tendo em conta a saúde de todos os seres vivos que habitam na Terra.
  • A quantidade produzida de alimentos é mais racional e procura satisfazer as necessidades da sociedade em vez de produzir alimentos em excessos que muitas vezes são desperdiçados.
  • Fomenta a alimentação saudável e consciente
  • Há uma cooperação para que a importantíssima saúde do solo se preserve. Esta é a base fundamental da fertilidade e produção de alimentos tanto para as gerações atuais como para as futuras.

Temos de ter em conta que para realizar com sucesso a prática da agricultura biológica é necessário_

  • Aprender sobre esta prática agrícola e as técnicas que nela se utilizam, amplia o conhecimento sobre os processos biológicos que ocorrem na natureza.
  • Aumentar a observação dos cultivos por parte do agricultor, de modo, a detetar a tempo qualquer incidência e desenvolvimento nos mesmos melhorando assim a sua atuação.
  • Ter tempo e dedicação.
  • Racionar o uso dos insumos e dos elementos que compõem um cultivo biológico seja por razões ambientais como económicas. 

A Agricultura Biológica e o Clima

A agricultura biológica é um grande aliado para alimentar de forma sustentável a população mundial sem comprometer o futuro das gerações vindouras. 

Especificamente:

  1. Contribui para a redução do efeito estufa e do aquecimento global, pois, as práticas utilizadas conseguem reter o carbono no solo, além de aumentar a sua produtividade.
  2. Trata e preocupa-se com a fertilidade e saúde dos solos.
  3. Os solos férteis, que retêm grande quantidade de carbono atuam como esponjas que conservam os elementos nutritivos e evitam que se arrastam, infiltram e contaminam a agua superficial e subterrânea.
  4. Por não utilizar produtos sintéticos, reduz-se o consumo de energia não renovável, uma vez que a produção destes produtos químicos requer uma grande quantidade de combustíveis fósseis.
  5. Contribuem para melhorar a biodiversidade agrícola com o uso de variedades que há anos são utilizadas com sucesso pelos agricultores por serem resistentes aos problemas locais e terem boa capacidade de adaptação às mudanças nas condições ambientais e climáticas.

Comments (0)

Produto adicionado aos seus favoritos

Para melhorar a sua experiência de utilização, este site usa cookies. Ao navegar está a aceitar a presente política. Para saber mais, consulte a nossa política de cookies.